Notícia

Amperj realiza ato de desagravo em favor de Promotoras de Justiça do Gaeco

Inserido em 4 de novembro de 2019
Compartilhamento

A Associação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (Amperj) realizou na tarde desta segunda-feira (04/11), ato de desagravo público das Promotoras de Justiça Carmen Eliza Bastos de Carvalho, Letícia Emile Alqueres Petriz e Simone Sibilio, integrantes do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ), responsáveis pelas investigações em torno dos autores das mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridos em 14 de março de 2018. O ato aconteceu no auditório da sede da Amperj, no Centro do Rio de Janeiro (RJ).

O Presidente da Amperj, Ertulei Laureano, iniciou o ato com uma fala onde exaltou as qualidades das Promotoras de Justiça: “este é um ato de solidariedade de todos nós e de aprovação rigorosa do comportamento pessoal e profissional das três colegas”.

“Força! Saibam que vocês não estão sozinhas. Nós e a instituição vamos sempre apoiar vocês”. Com essas palavras a Procuradora de Justiça Flávia de Araujo Ferrer, em sua fala, manifestou apoio integral às Promotoras de Justiça.

A Promotora de Justiça Somaine Patricia Cerruti Lisboa, com menção aos mais de 180 nomes de apoiadores que não puderam estar presentes ao ato, afirmou: “recebi mensagens de colegas de vários estados da federação que manifestaram apoio às colegas do Gaeco. O que prova que o Ministério Público é indivisível não só no estado, mas no país inteiro”.

“É com muita honra que venho expor publicamente que a atuação aguerrida, combativa, isenta, comprometida e incansável das colegas sempre foi inspiração pessoal para minha carreira” afirmou a Promotora de Justiça Andréa de Penteado Fava.

Emocionada, Carmen Eliza agradeceu aos colegas presentes e declarou que “os que falam sem procurar saber o que fiz em 25 anos de Ministério Público, falam motivados por seus interesses pequenos e isso nunca vai me atingir, isso nunca vai me fazer deixar de ser a Promotora de Justiça que sempre fui, e acreditar no Ministério Público e na nossa atuação”.

Os agradecimentos aos presentes foram reiterados pelas Promotoras de Justiça Simone Sibilio e Letícia Emile Alqueres Petriz, que destacou: “obrigado a todos pelo carinho, pela atenção e pelo apoio. Sem o apoio da instituição nada seria viável”.

« 1 de 2 »