Notícia

Imprensa dá destaque a ato de repúdio à PEC 05 na Amperj

Inserido em 13 de outubro de 2021
Compartilhamento

O ato de repúdio à PEC 05 realizado pela Amperj e pela Procuradoria-Geral de Justiça do Rio nesta quarta-feira (13) foi destaque em veículos de comunicação relevantes, como os jornais O Globo, O Dia e Extra, a emissora de TV CNN e as rádios BandNews FM e Nacional. Equipes da TV Globo, da GloboNews, da Record e da CNN acompanharam o ato ao vivo para fazer reportagens, e entrevistaram o presidente da Amperj, Cláudio Henrique da Cruz Viana, e o PGJ, Luciano Mattos.

Ao Globo, Cláudio Henrique pontuou que “o ato tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade civil e dos próprios membros do Ministério Público para a gravidade deste momento, para a gravidade desta PEC. Ela quebra um dos pilares, o principal pilar, que é a independência funcional dos seus membros.”

A matéria da CNN destacou a fala de Cláudio Henrique sobre os riscos representados pela PEC: “É mais uma tentativa que tem a finalidade exclusiva de retirar dos membros do Ministério Público poderes imprescindíveis para o exercício independente de suas funções. Politiza o CNMP e lhe confere poderes para interferir num trabalho que tem que ser independente”.

A reportagem da BandNews FM lembra que o presidente da Amperj chama a atenção para o fato de a PEC afetar não apenas o MP, “mas também toda a população”. Aponta ainda que “atos também foram realizados em pelo menos outros 17 estados”, e que “na análise da Amperj e dos demais participantes das manifestações, a PEC também pode fazer com que membros do MP passem a estar sujeitos a punições injustas e a intervenções de políticos.”

A matéria do jornal O Dia destaca fala de Cláudio Henrique: “Esta não é uma luta corporativista. As consequências são para cada cidadão brasileiro. O MP não pode ficar ao sabor de quem está ocupando o poder, e os membros não podem ser coagidos a agir sob pressão política. A Constituição de 1988 garante o princípio da independência funcional, que nada mais é do que a garantia de que cada membro age de acordo com a lei e sua consciência.”

Cláudio Henrique ainda deu entrevista ao vivo à Rádio Nacional.

No início da semana, o artigo do presidente da Amperj publicado no dia 9 no Estadão aparecia como uma das notícias de maior destaque nas pesquisas pelo Google.